Escolha uma Página

Veja algumas dicas de como usar o Facebook para negócios e saiba como jogar conforme as regras para manter a sua conta ativa e proporcionando vantagens crescentes para você.

.

O Facebook é uma Rede Social e Não Um Balcão de Negócios

.

O Facebook foi criado para conectar pessoas, fazer amizades e proporcionar entretenimento.

Ele não foi criado com a finalidade de “fechar negócios”.

Existe uma diferença muito sutil entre “gerar negócios” e “fechar negócios”.

Na minha visão, “gerar negócios” corresponde ao processo de construção e preparação em si.

Ele corresponde às etapas de seleção do cliente em potencial, passando pelo levantamento das necessidades dele, até que, no momento certo, você consiga informá-lo de que tem a solução certa para resolver o seu problema específico.

Mas para isso, você precisa de um terreno fértil para criar uma relação com ele.

E é justamente aí que entra o Facebook.

Já o termo “fechar negócios” corresponde à venda em si.

Portanto, a idéia é que você crie o seu próprio espaço para fechar negócios (fora do Facebook) e utilize o Facebook para gerar negócios.

Para quem possui um mínimo de visão empresarial, é quase irresistível não se aventurar pelo Facebook na busca do cliente certo para o seu produto, não é mesmo?

Neste sentido, esta série tem como objetivo ajudá-lo a “gerar negócios” dentro do Facebook e “fechar negócios” fora dele, utilizando técnicas eficientes.

Mas como realizar esta proeza, sem “ser notado” (ou pelo menos “ser tolerado”) pela equipe administrativa do Facebook e, ao mesmo tempo, não correr o risco de ter a sua conta cancelada?

Anunciar no Facebook


Uma das formas mais diretas é, sem dúvida, anunciar no próprio Facebook.

Não sei se você já notou, mas o Facebook possui muitos “Links Patrocinados”.

Esses links são pequenos espaços pagos, aonde você pode anunciar e escolher entre algumas opções de pagamento que ele oferece.

Entre elas existe uma opção na qual você só pagará uma pequena taxa cada vez que alguém clicar no seu anúncio.

Este anúncio será impresso nas diversas páginas dos usuários do Facebook (que usam o serviço gratuitamente, assim como você).

É um método muito semelhante ao Google AdWords (para quem anuncia) e ao Google AdSense (para quem faz uma parceria com o Google, permitindo a impressão dos anúncios do Google em seus Blogs ou Sites).

A diferença fundamental é que, no caso do Google, ele paga uma pequena comissão aos seus parceiros a cada vez que a impressão do anúncio é clicada dentro do seu Site (como é o caso dos parceiros do AdSense).

Além disso, você tem que permitir as propagandas no seu Blog ou Site.

Resumindo: os anunciantes do AdWords pagam por cada clique em seus anúncios e os parceiros do AdSense (que cedem os seus espaços para os anunciantes) recebem comissões a cada clique.

Em relação ao Facebook, não existe o recebimento de nenhuma comissão, caso um visitante clique no anúncio que esteja impresso na sua página.

E isto acontece porque você não tem a opção de “não permitir” que os links patrocinados sejam impressos nas suas páginas, pois o serviço é utilizado gratuitamente.

Só quem paga é o anunciante e o Facebook fica com todo o valor.

Mas além dos anúncios diretos, como conseguir gerar negócios dentro do Facebook e ainda jogar de acordo com as regras?


Criação de “Relacionamentos Qualificados”


Uma estratégia muito interessante é a seguinte:

Nada impede que você declare os seus interesses no momento em que configura o seu perfil no Facebook, não é mesmo?

Você poderá declarar que procura por contatos profissionais e, inclusive, especificar a sua área de interesse (seu nicho de mercado).

Note que você não estará “fechando nenhuma venda” e nem promovendo qualquer produto.

Você simplesmente estará preparando as suas bases (dentro das regras que o jogo lhe permite), para ser facilmente localizado pelos usuários que têm a mesma afinidade com o tema.

Por isso é que eu sempre digo que a configuração do seu perfil, com critérios adequados àquilo que você pretende, é de fundamental importância estratégica, sejam quais forem os seus interesses.

Contudo, nós estamos apenas preparando as bases, ou seja, desenvolvendo a primeira fase de uma estratégia global, na qual você otimiza a configuração do seu perfil de modo a ser facilmente localizado.

A esta primeira fase, eu chamo de “Estratégia Passiva”.

Na segunda parte desta série de artigos, nós vamos descobrir algumas “Estratégias Ativas”, ou seja, algumas ações decisivas que iremos implementar para localizar as pessoas que nos interessam e, assim, iniciar a fase de construção dos “relacionamentos qualificados”.

Enquanto isso assista a uma série de vídeos atualizados sobre o Facebook e entenda melhor os recursos que esta rede disponibiliza para os seus usuários.

Divulgue o endereço abaixo para os seus amigos e ajude a melhorar a experiência dos usuários no Facebook.

Clique neste link para ter acesso aos vídeos >>> www.toprenda.net/videosfacebook

Até a parte II deste artigo.


Gostou? Então Compartilhe!